Como as Provas Anteriores Podem me Ajudar com a Aprovação?


Essa é uma pergunta muito realizada por quem não conhece muito bem os sistemas de estudo para concursos públicos. O bom é que esses dias de desconhecimento acabaram, vamos te responder detalhadamente pontos importantes acerca do estudo através de provas anteriores do concurso.

Existem duas coisas que você tem que entender: estudar por meio de provas anteriores é extremamente benéfico e é mais eficaz quando você tem tempo para isso. Confira!

PROVAS ANTERIORES TE AJUDAM A SER ANTECIPADO

O que todo mundo que vai fazer um concurso público quer hoje em dia? Sair na frente de todos os seus concorrentes. É frequente os casos de concursos que só tem algumas vagas disponíveis, chegando a ter somente uma vaga para milhares de concorrentes.

Como as Provas Anteriores Podem me Ajudar com a Aprovação

Quando essas situações acontecem, você tem que ficar esperto. Só de saber que aquela instituição que fornece um salário muito confortável vai abrir um concurso público, a sua mente já se condiciona para a eminência de um processo seletivo importante a seguir.

Porém, um erro capital que muitos cometem é o seguinte: esperam sair o edital para estudar. Não, sob hipótese alguma espere o edital. Afinal, você já tem tudo o que precisa para se sobressair em relação aos demais: as provas anteriores.

Essa é a melhor maneira de ser antecipado. Essa antecipação ocorre da seguinte forma: você vai pegar as provas anteriores e com isso irá perceber os assuntos recorrentes. Baseando-se nessa percepção, você vai estipular os assuntos que irão cair no processo seletivo. Simples, não é?

Mas não é apenas isso. Estudar através de provas antigas te fornece mais duas possibilidades de ouro: conhecer o padrão da banca examinadora e estudar as questões já resolvidas com o gabarito.

A IMPORTÂNCIA DE ESTAR UM PASSO À FRENTE

Não deixe para estudar somente alguns meses antes da prova. Isso provavelmente comprometerá seu resultado, pois existe um fato do qual você não pode fugir: o condicionamento da sua mente. Quanto mais você treina algo, mais expertise adquire naquela área. E por que isso é importante aqui?

Vejamos o seguinte, cada banca tem uma diferente forma de cobrar e abordar os itens que são pedidos no edital. Então, apesar de você ter um conhecimento ótimo do assunto, poderá escorregar facilmente na abordagem utilizada na prova.

E isso acontece bastante, possivelmente já deve ter acontecido com você. Então, pegue as questões das provas anteriores, veja a maneira como cada ponto é utilizado.

A pergunta que muitos fazem é: a prova precisa ser apenas daquele concurso específico? Isso ajudaria bastante, não é mesmo? Mas se você conseguir outras provas da mesma banca examinadora já é excelente para verificar o que nós falamos mais acima.

Antes que você saia por aí pegando provas de edições anteriores, alguns cuidados devem ser tomados. Por exemplo, alguns cometem o erro básico de estudar por uma prova antiga demais. Baseando-se nela, ele vai à prova superconfiante achando que está com tudo na cabeça. E então ele percebe que aquela prova já estava com assuntos e conceitos obsoletos.

Permaneça atualizado e evite isso. Outro cuidado é pegar o gabarito não definitivo. Sempre vá atrás das provas que estão no site das bancas ou em lugares confiáveis, não dê brechas para o imprevisível.

O nosso conselho é pra você ter cuidado com as apostilas vendidas na banca de jornal. As melhores fontes para este tipo de conteúdo são, reiteramos, os sites das bancas ou cursos que são vendidos com essa finalidade: preparar o candidato para a prova e fornecer o conhecimento correto para isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *