Como Superar o Medo e a Ansiedade na Hora da Prova?


Para muitos um concurso público é a grande oportunidade para mudar de vida e essa mudança depende de uma prova. E por causa disso mesmo, há aquelas pessoas que ficam nervosas. É claro, quem não ficaria num momento como este, não é mesmo? Já que essa prova foi a única coisa que lhe passou pela cabeça nos últimos meses, é muito compreensível que o nervosismo chegue e se instale em você.

Porém, até certo ponto, essa ansiedade pode não trazer nenhum malefício. Quando ultrapassa o limite aceitável, as coisas podem ficar feias para o candidato. Portanto, se você é daquelas pessoas que ficam nervosas até demais, aconselhamos ler este artigo e colocar em prática as dicas que iremos apresentar.

A RESPIRAÇÃO É ESSENCIAL PARA SUPERAR O MEDO E A ANSIEDADE

Existem coisas incríveis no seu corpo e no funcionamento deste. A respiração, por exemplo, é considerada por muitos como apenas uma atividade natural, involuntária, puro reflexo. Porém, nós podemos aprender a controlar os nossos reflexos. E quem controla a sua respiração está a um passo muito à frente dos demais.

Por isso, nós te aconselhamos a sentar naquela sua poltrona confortável ou a deitar na cama mesmo, não importa. Apenas se assente em um lugar confortável e arejado. Feche os olhos e comece a controlar a sua respiração. Torne-a bem devagar e intensa. Inspire pelo nariz e expire pela boca. Simples, não é?

Como Superar o Medo e a Ansiedade na Hora da Prova

Pois é, muitas pessoas sentem dificuldades em respirar dessa forma. Ficam cansados da atividade e logo param. Mas não faça isso, respirar lentamente pode mudar todo o seu estado mental. A chave aqui é alinhar a sua respiração aos seus pensamentos. Quando a nossa cabeça está a mil, rodando a 320 km/h, milhares de pensamentos passando para lá e para cá, o melhor a fazer é tirar o foco da sua própria mente.

É por causa disso que a respiração se faz tão importante, é como um modo de se “autohipnotizar”. Pare tudo, sente em um lugar, feche os olhos, comece a respirar lentamente e mantenha o foco nos movimentos que você está fazendo para a respiração. Escute o barulho do ar entrando e saindo.

Em menos de cinco minutos aqueles pensamentos já estarão dispersos.

A ORIGEM DO MEDO

A maioria das pessoas não procuram investigar como surgiu determinado medo e por que ele se mantém presente. Geralmente, nós temos medo daquilo que não conhecemos. Uma situação desconhecida gera desconforto, pois não temos controle sobre suas variáveis. Deste modo, o medo é uma forma da nossa mente nos prevenir de determinados riscos e nos deixar em uma situação de alerta.

Contudo, existe aquele medo que é criado e constantemente alimentado por nossa mente. Você já parou para pensar o que faz você ter medo no momento da prova?

Será que a origem do seu medo consiste no fato de você acreditar que não terá tempo suficiente para responder todas as questões?

Será que seu medo surge em decorrência da insegurança de não ter estudado todos os assuntos que constam no edital?

Será que você tem medo de não obter a aprovação e sofrer com os olhares dos seus amigos e familiares?

Podem ser várias as origens do medo, da insegurança e da ansiedade. Você precisa descobrir qual dos motivos se aplica ao seu caso. E depois que descobrir a origem do seu medo, você deve encontrar uma maneira de fazer com que uma situação aparentemente desconhecida se torna comum e rotineira em seu cotidiano.

Confira o seguinte exemplo:

Suponha que você tem medo que o tempo de realização da prova seja insuficiente para responder todas as questões, pois você tem apenas 4 horas para responder 80 questões.

Diante deste cenário, uma solução possível para fazer o medo “desaparecer” é realizar semanalmente um simulado com 80 questões dentro de 4 horas. E você deve encarar este simulado, como o momento real da prova. Não deve entrar no Facebook, nem ficar utilizando o Smartphone. Você deve criar uma simulação para verificar seu ritmo de leitura, de interpretação e desenvoltura.

A partir do momento que você for treinando semanalmente, você irá verificar que é possível realizar as 80 questões dentro de 4 horas e para isso você terá que melhorar seu ritmo de leitura, conhecer melhor o estilo de prova que a banca propõe e conhecer seus pontos fortes e limitações. E o medo vai desaparecendo…

Encarar seu medo de frente é a melhor maneira de superá-lo, mas para que isso ocorra, você deve conhecer a origem!

ENCARE O MEDO E A ANSIEDADE

Uma forma de fazer com que o medo e a ansiedade acabem indo embora da sua vida é encarar os dois nos olhos sem arredar o pé. E como você pode fazer isso? Utilizando a técnica da exposição.

No que consiste essa técnica? Em você se expor ao que te causa medo ou ansiedade, deixar essa situação te dominar e, enfim, perceber que aquilo não era motivo para tanto pânico.

Já que o seu caso é mais delicado e restritivo, afinal, fazer um concurso público não é algo que abre espaço para a técnica da exposição. Certo? Errado. Você pode tentar outros métodos. Como, por exemplo, se expor a outros tipos de medos e situações que te causam ansiedade. Faça isso e no dia que chegar a prova, você saberá lidar com os seus sentimentos de uma forma mais experiente.

Às vezes é difícil lutar contra a ansiedade, porém, todos os males que ela traz à vida de alguém podem ser remediados com boas doses de racionalidade. Os seres humanos são dotados de uma incrível máquina super sofisticada, isso mesmo, o cérebro. E não estamos dizendo que você não usa, aliás, usa até demais estudando para o concurso que está por vir. Mas, é comum as pessoas se esquecerem de que possuem domínio sobre o cérebro.

Se ele está te gerando problemas, procure pensar que você pode, a qualquer momento, interromper essa interferência causada pelo seu subconsciente. Embora não tenhamos controle sobre esta área do cérebro, ainda é possível induzi-la através de atos e correntes mentais.

Essas são algumas dicas que vão lhe auxiliar a superar o medo e a ansiedade no momento do certame! E você, quais as técnicas que tem utilizado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *