A Importância de Conhecer os Informativos Jurisprudenciais!


Se você está se preparando para um concurso público, deve ficar de olho em todas as fontes que as bancas examinadoras utilizam para elaboras as questões (lei, doutrina e jurisprudência). E um estudo completo só acontece se você conhecer os informativos jurisprudenciais. Você sabe o que são eles?

Se não sabe, não tem problema. Aqui vai a definição: são os informativos, geralmente reunidos em um livro ou arquivo PDF de uma instituição do poder judiciário (STJ, TST, STF, etc.) contendo os seus julgados. Agora você se pergunta. Por que isso é tão importante de conhecer?

O principal motivo para ler, estudar e se aprofundar nos informativos jurisprudenciais é ter uma boa preparação para as provas de concursos que você deseja.

Imagine que você está se preparando para o concurso de analista do STJ e precisa estar habituado a casos e questões recorrentes no dia a dia de julgados em tal tribunal. Qual a melhor forma de conseguir mais experiência e compreender o posicionamento do referido tribunal? Conhecendo os informativos de jurisprudência.

Um grande erro de muitas pessoas é ficar somente com o conteúdo da apostila e se deter aos tópicos do programa que consta no edital, deixando o estudo jurisprudencial de lado.

Se você se esquecer de estudar essa parte, provavelmente irá para a prova com várias brechas em seu conhecimento que te colocarão numa saia justa com a avaliação na hora de responder.

A Importância de Conhecer os Informativos Jurisprudenciais

COMO APROVEITAR OS INFORMATIVOS JURISPRUDENCIAIS

Uma ótima ideia para os seus estudos é fazer o seguinte: estudar o conteúdo já programado antes, como todo mundo, criando a sua base de estudos. E isso é muito importante, porque ninguém vai para frente sem uma base sólida.

Por exemplo, como você vai entender bem o que há no informativo se a doutrina estudada não foi compreendida? Por isso que ter uma boa bibliografia doutrinária é muito interessante antes de partir para os informativos.

Você se lembra daquele artigo falando sobre conciliação de família, trabalho e estudos? Então provavelmente você se recorda de que antes de dormir você pode estudar uma meia ou uma hora inteira, não é mesmo?

A ideia aqui é aproveitar esse momento que na maioria das vezes é apenas de reforço ou revisão para se debruçar sobre os informativos jurisprudenciais. Na hora do almoço você também pode fazer isso.

O objetivo é nunca deixá-lo de lado ou como algo que fica apenas na parte final, você deve estudá-lo durante todo o cronograma montado para passar no concurso público.

COMO ESTUDAR OS INFORMATIVOS JURISPRUDENCIAIS DE UMA MANEIRA COMPLETA

Para entender um julgado você deve analisar os dados desde o início. Muitas pessoas perguntam qual é a parte mais importante de um informativo de jurisprudência, porque todos nós temos em mente uma necessidade de aproveitar as coisas de maneira eficiente.

Todos nós queremos apenas as “melhores partes”, mas num estudo de um informativo jurisprudencial isso não pode acontecer. Você deve pegar todos os detalhes, ficar atento para as mínimas coisas, pois tudo é importante para o entendimento pleno do julgado.

NÃO PERCA TEMPO E CORRA ATRÁS DE INFORMATIVOS JURISPRUDENCIAIS

Não perca mais tempo. Sabe quem realmente se dá bem nos concursos públicos? Aqueles que resolvem tomar uma decisão antes de todo mundo e se preparam de uma forma mais completa e que permita que o conhecimento absorvido seja aplicável.

Porque não adianta apenas saber a doutrina se você não conhece a forma de aplicá-la e pouco viu sobre o pragmatismo dela. Com os informativos jurisprudenciais isso é amplamente possível. Ter a oportunidade de conhecer o posicionamento dos principais tribunais do país.

Uma ótima chance para ter um conhecimento prático, real e que vai te ajudar bastante, pois certamente será exigido pela banca organizadora no momento da sua prova.

Deixe um comentário