A pesquisa que pode ajudar aprender matemática para concursos


Caros leitores, gostaria de apresentar uma inédita pesquisa independente e espontânea de avaliação conceitual, na área de matemática realizada entre os meses de março de 1999 e junho de 2007, nas cidades de Juazeiro do Norte-Ce, Fortaleza-Ce e Parnaíba-Pi.

A pesquisa foi feita pela bacharela em Estatística, especialista em educação, professora Josenice Paiva, efetiva da URCA – Universidade Regional do Cariri e o autor desse artigo (matemático, também especialista em educação), na época atuando como professor em cursos preparatórios para concursos e vestibulares, oportunidade em que foi possível colher dados para enriquecer tal trabalho.

Assim, baseado nessa importante pesquisa relacionada à educação, foi constatado que:

Os alunos sentem grande dificuldade em assimilar os conceitos de alguns assuntos na área de matemática, principalmente os que são convencionalmente repassados de forma parcial, sem um mínimo de conceituação que possibilite o seu entendimento por completo.

Verificou-se que o seu ensino é feito baseado em exemplos típicos que já vem sendo mostrados na maioria dos livros didáticos convencionais de dezenas de anos atrás, chegando inclusive, ao ponto do aluno concluir os estudos, sem um entendimento mínimo desses tópicos.

Constatamos tal fato, na oportunidade em que ao ser dado um exemplo que exige um pouco mais de conhecimento da sua formulação geral, os participantes não tem nem ideia por onde começar, caracterizando-se assim, num verdadeiro “bicho-papão”.

Como por exemplo desses tópicos que foram selecionados como os que a grande maioria sente dificuldade em assimilar, destacamos os seguintes:

a) Na trigonometria no estudo dos gráficos das funções trigonométricas na sua análise e construção;

b) Ainda na trigonometria na redução ao primeiro quadrante;

c) Na análise combinatória na distinção entre arranjo e combinação:

d) No desenvolvimento do binômio de Newton, quando o problema apresenta um tipo que não possui uma identidade como as vistas em produtos notáveis, ou seja, exige a resolução de um binômio com uma potência superior a quatro (a + b)4.

e) No estudo de funções do primeiro e do segundo grau, na análise do seu sinal;

f) Na matemática financeira no cálculo dos fatores de capitalização e de atualização de juros composto com e sem capitalização;

g) Ainda na matemática financeira na distinção e cálculo dos diversos e complicados tipos de taxas.

h) Novamente na matemática financeira comercial quando na resolução de problemas de regra de três composta;

i) E uma vez mais na matemática financeira comercial quando na distinção entre Porcentagem Sobre o Preço de Custo e Porcentagem Sobre o Preço de Venda;

Diante de tal fato, estamos desenvolvendo um canal intitulado Portal Aprenda – o Diferencial é Aprender, especializado em oferecer Orientação Educacional e Conselhos Profissionais, proporcionando um programa de apoio educacional e gerencial.

Acreditamos que os fundamentos básicos do Projeto na transmissão de conhecimentos se constituem num suporte referencial na preparação diferenciada, com um direcionamento sistemático dando um apoio maior nas áreas, que de uma forma ou de outra, a maioria sente deficiência, fornecendo assim, uma base mais sólida, dinâmica e objetiva, na tentativa de preencher as deficiências existentes no setor educacional.

O canal se propõe, além de desenvolver consultoria, oferecer treinamentos fazendo uma releitura da moderna educação matemática que envolve temas transversais de relevância para o cotidiano pessoal/profissional, o mercado de trabalho, reforço diferenciado, concurso e vestibular e, se configurar numa opção extraescolar dentro do ensino convencional e para o público em geral.

Portanto, julgamos que é importante fazer uma releitura nos tópicos que são importantes à exploração da sua totalidade e que são mostrados de maneira parcial e baseados em exemplos ultrapassados que não definem a sua real conceituação, procurando maneiras simples e didáticas de assimilar melhor esses conteúdos.

A ajuda pode vir para os que desejam estudar matemática para fazer um concurso e não sabem por onde começar? Sim, pois se uma grande maioria sente dificuldade em aprender determinados temas, é logico supor que esses temas podem ser o pontapé inicial para os enferrujados saírem na frente. Verdade? Pensamos que sim. Boa sorte!

Prof. Esp. John Taylor Paiva


Sobre John Taylor Paiva

John Taylor Paiva é Professor, Matemático e Especialista em Educação, Consultor Prospectivo Imobiliário, Financeiro e Escritor. Mais informações acesse: http://www.portalaprenda.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *