Auditor-Fiscal do Trabalho: o que faz, qual é o salário e como se tornar um 2


O Auditor-Fiscal do Trabalho é um servidor público ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O órgão público tem como função principal fiscalizar a correta aplicação da lei em benefício aos direitos do trabalhador. Esse profissional atua para garantir a legalidade e a razoabilidade nas relações entre empregado e empregador, podemos dizer que ele faz valer a legislação trabalhista.

Também é conhecido pela sigla AFT, essa definição está presente em fóruns, cursos e discussões na Internet. É importante lembrar que o Auditor-Fiscal do Trabalho tem atribuições devido à Convenção n.º 81 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) exigir que o Brasil tenha uma inspeção do trabalho.

O MTE compõe-se em 27 delegacias localizadas nas capitais brasileiras de cada estado e também no Distrito Federal. Além dessas delegacias regionais, há subdelegacias localizadas no interior dos Estados.

Já no começo do artigo gostaríamos de ressaltar o que você irá encontrar neste post. Vamos abordar:

  • Informações básicas sobre o dia-a-dia do Auditor-Fiscal do Trabalho com entrevistas e resumos em relação a carreira e o dia-a-dia;
  • Quando ganha o Auditor-Fiscal – salários e benefícios;
  • Previsão para novos concursos e como receber e-mails assim que notícias forem divulgadas sobre o próximo concurso;
  • Breve resumo sobre os concursos anteriores, com download direto dos editais anteriores e provas com gabaritos;
  • Como se tornar Auditor-Fiscal – recomendação de curso preparatório para Auditor-Fiscal do Trabalho com alto índice de aprovação nos últimos concursos.

Fique conosco, serão aproximadamente 20 minutos de leitura que irão valer a pena para aqueles que querem aprender mais sobre este cargo tão concorrido e sonhado nos concursos públicos. Afinal de contas, se você optar em se preparar para este concurso, esses 20 minutos serão poucos comparados às horas necessárias para ficar dentro da nota de corte da prova. 🙂

Carteira de Trabalho e Previdência Social

Carteira de Trabalho e Previdência Social

Atribuições do cargo de AFT – rotina e a jornada de trabalho

Em horário de trabalho habitual, o Auditor-Fiscal atende ao público nas Delegacias Regionais do Trabalho (DRT’s), e faz fiscalizações presenciais periódicas em empresas. Nesse caso, segundo o portal Fórum Concurseiros, em média são visitadas cerca de 20 instituições por mês e a cada duas fiscalizadas, uma é punida.

Há oportunidades para todos, desde atividades internas e externas, desde mais ligadas à legislação com fiscalização de débitos do FGTS, receitas e também ligadas à saúde e segurança do trabalho, e até em obras complexas e perigosas. Atuando internamente ou externamente, o auditor deve inspecionar a segurança no trabalho, identificando riscos iminentes e tomando medidas preventivas.

O AFT assegura, desde o uso de equipamentos de proteção individual, pelos funcionários, até a checagem de documentos comprobatórios de recolhimento de impostos, como o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e taxas relativas à Previdência Social pela empresa, bem como a devida assinatura da carteira de trabalho e o cumprimento de acordos coletivos trabalhistas.

Na atuação externa, basicamente após receber a ordem de serviço o auditor precisa se deslocar até o local e fazer a auditoria. Sabe aqueles acidentes de trabalho que muitas vezes são exibidos no telejornal, certamente haverá um AFT lá para fazer o trabalho de auditoria.

Sobre a atuação interna, existem algumas áreas mais específicas, são elas: Análise de Multas e Recursos, Relações do Trabalho, Chefias de fiscalização, Superintendentes e Gerentes Regionais e Secretaria de Inspeção do Trabalho.

O Auditor-Fiscal é também agente de transformação social, pois colabora para a erradicação do trabalho análogo à escravidão e infantil e assegura ainda o ingresso de pessoas com deficiência e de aprendizes no mercado de trabalho, conforme a lei.

Muitas vezes, esse servidor desempenha papel de conciliação e de conscientização, contornando os possíveis conflitos nas relações profissionais entre empregado e empregador, nesse sentido, ele precisa encontrar soluções satisfatórias para ambas as partes. É importante lembrar: é essencial a identificação com a carreira e ter vocação para o desempenho da função, além de conhecimentos como Direito, Contabilidade e Sociologia são exigidos no dia-a-dia.

Entrevistas com Auditores Fiscais do Trabalho – a rotina explicada em uma conversa

O Estratégia Concursos possui programas, em vídeo no YouTube, transmitidos todas as quartas-feiras para esclarecer dúvidas de candidatos de como é a jornada de trabalho de diversos cargos públicos. No mês de junho de 2016 foi abordado a carreira de Auditor-Fiscal do Trabalho. Confira a entrevista com o Adnoel Sebastião, profissional da área e professor, com duração de aproximadamente 1 hora.

No vídeo é possível entender a importância do papel do AFT na organização da sociedade brasileira na relação entre o trabalhador e as empresas, histórias de fiscalizações com exemplos de casos práticos abordando temas como segurança do trabalho.

Há também uma segunda entrevista com dois AFTs respondendo dúvidas sobre a carreira que eram enviadas ao vivo para a equipe do Estratégia Concursos e respondidas pelos entrevistados.

E também, nada mais justo conferir quais serão as atividades de acordo com o Edital (2013 – Cespe):

AFT - Descrição sumária das atividades

Descrição resumidas das atividades do AFT no edital de 2013

O concurso de AFT é de âmbito nacional, porém é possível realizar a transferência de cidade através de concursos de remoções onde é possível voltar próximo de sua cidade de origem. Nos concursos de remoções, basicamente não é preciso solicitar a transferência e aguardar aprovação do superior imediato, apenas faz-se o concurso de remoção, e caso aprovado, você pode ir para a cidade selecionada.

O ponto positivo do concurso nacional é poder morar em qualquer local do Brasil, e lembre-se, mudar de cidade pode ser uma boa oportunidade para conhecer novos lugares e pessoas.

Vale a pena se tornar Auditor-Fiscal do Trabalho? Identificação com a carreira, salários, remuneração e benefícios

Talvez você esteja com dúvidas sobre a remuneração: Trabalhar como Auditor-Fiscal do Trabalho vale a pena? Financeiramente, certamente sim. Mas antes de falarmos sobre os vencimentos, é importante lembrar que mais importante do que o salário recebido todos os meses é a identificação com a carreira e com o dia-a-dia do Auditor-Fiscal do Trabalho.

Entretanto para quem está interessado em ingressar na carreira, é impossível negar que um bom atrativo é a remuneração. O último reajuste definiu o valor mínimo do salário em torno de R$ 19.000,00, a partir de 2017. Os vencimentos serão acrescidos, ainda, de auxílio alimentação e bônus eficiência, podendo atingir mais de R$ 21.000,00, logo no início do serviço público. A ocupação de Auditor-Fiscal permite ascensão, o que pode levar a ganhos de R$ 27.000,00, no ápice da carreira, uma remuneração bem acima da média.

Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), o efetivo de AFTs é baixo atualmente. Estudo feito no final de 2016 apontou que o MTE tem uma carência de mais de mil servidores, sem contar com aqueles que estão prestes a se aposentar.

Mesmo com a cobertura dessas vagas, pesquisas apontam que a necessidade da máquina pública, para se chegar a uma situação satisfatória, é de aproximadamente mil e duzentos servidores, aproximadamente. Essa situação afeta diretamente o andamento do serviço, sendo praticamente impossível uma fiscalização eficaz. Isso permite irregularidades nas arrecadações de impostos e o crescimento das relações informais de trabalho.

Ingresso na carreira de Auditor-Fiscal do Trabalho e previsão para autorização de criação de novas vagas

Um pré-requisito, para prestar concurso para Auditor-Fiscal do trabalho, é o candidato ter concluído o ensino superior em qualquer área de formação de instituições reconhecidas pelo MEC, pois existem auditores de diversos segmentos, como médicos, advogados, engenheiros, etc.

As provas do concurso são aplicadas de maneira peculiar para cada área de conhecimento, e em alguns casos pode ser exigida especialização. Fora a qualificação, o candidato a AFT precisa ter uma vida pregressa ilibada, sem antecedentes criminais, e não pode ter sido, em momento algum, submetido a processo disciplinar por improbidade administrativa.

O compromisso com a proposta do cargo também é fator importante, pois pouco adianta uma boa remuneração quando não se tem realização na profissão. Muitos profissionais se sentem frustrados ao assumir o cargo somente pela questão de valores ou de estabilidade.

A espera pela realização do concurso para Auditor-Fiscal do Trabalho é grande, a expectativa é que mais de 1100 vagas sejam abertas. Os interessados na carreira já podem ir se preparando, pois há o pedido do Ministério do Trabalho (MT) junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) feito em maio de 2017 solicitando novo concurso para Auditor-Fiscal do Trabalho (AFT), com nada menos do que 1.190 vagas.

Lembrem-se também que no final de 2016, a Conatrae (Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo), ligada ao Ministério da Justiça e Cidadania, fez uma solicitação ao Governo Federal para a realização do concurso e o Sindicado Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) também pede o certame.

Existirá concurso em 2017? Como descobrir quando o novo concurso para AFT vai ser autorizado e o edital divulgado? 

Não é possível afirmar que haverá concurso em 2017, porém temos uma excelente ferramenta para evitar que você tenha que, todos os dias, buscar informação para descobrir que o concurso foi divulgado. Você terá trabalho uma única vez, depois deixe que a plataforma da Enter Concursos faz o resto para “correr” atrás da notícia por você.

Além do blog com artigos especializados em concursos públicos que você lê agora, temos uma plataforma que ajuda você a buscar notícias sobre novos concursos e receber alertas por e-mails somente de concursos de seu interesse.

Acesse o endereço com a busca de notícias para Auditor-Fiscal do Trabalho e cadastre-se para receber e-mails. O cadastro é fácil, após acessar a página www.enterconcursos.com.br você deve informar seu e-mail (conforme imagem abaixo). No e-mail de confirmação do cadastro do alerta que será enviado para seu e-mail, apenas confirme com um clique no link enviado no corpo da mensagem.

Enter Concursos - notícias sobre próximos concursos

Registre-se para receber e-mails sobre o próximo concurso para AFT

Desde que lançamos a plataforma para buscar notícias sobre concursos mais de 570 notícias sobre Auditor-Fiscal do Trabalho já foram filtradas pela ferramenta, desde 2012. Já imaginou receber e-mail com o resumo das notícias no mesmo dia que ela for divulgada direto no seu endereço de e-mail? E claro, o serviço de alerta e busca de concursos são totalmente de graça.

Editais anteriores, bancas examinadoras e provas com gabaritos

É preciso estudar tudo que caiu no último edital? Teoricamente sim, mas você pode começar pelas matérias que caem sempre. E depois partir para as demais que a probabilidade de cair é menor. Ao sair o edital, é claro, você precisará se reorganizar frente ao que será solicitado pela organizadora, seja ela qual for.

Nesta seção vamos resumir como foram os últimos concursos com informações básicas sobre vagas, editais, concorrência, bancas organizadoras e provas. Será possível ver a evolução e nível de dificuldade que foram elevados ao longo do tempo. Por exemplo, maior número de provas discursivas ao longo dos últimos anos, e em 2009 foi adicionado a avaliação da vida pregressa do candidato.

AFT 2013

Obs.: O motivo de sobrar 3 vagas foi o fato da prova discursiva ter eliminado alguns candidatos, pois não atingiram a nota mínima necessária para aprovação. A prova discursiva teve peso de 47,6% no concurso.

AFT 2009

AFT 2006

AFT 2003

Análise sobre o déficit de vagas, estimativas de salários nos próximos anos e matérias do último edital

Se você quiser uma análise mais profundada sobre os últimos editais do concurso de Auditor-Fiscal do Trabalho recomendamos fortemente que assista ao vídeo (mais informações sobre o link no final do artigo) do Estratégia Concursos onde foi realizada análise minuciosa dos últimos editais comparando entre os diversos concursos anteriores.

Nesses vídeos foram abordados alguns pontos como: déficit de vagas em cada estado que o Brasil tinha até agosto de 2016 – só em São Paulo são 160 servidores, a cronologia de tempo entre a autorização do último edital (aconteceu em 13/fev/2013) até a nomeação dos servidores públicos (31/mar/2014). Entre 2008 e 2016 houveram saídas de aproximadamente 1270 servidores em todo Brasil.

Na análise que fizemos acima, a informação sobre salário/remuneração é superficial, no vídeo do Estratégia Concursos é abordado de forma mais completa. Os benefícios são somados (bônus de eficiência, benefício pré-escolar, auxílio-alimentação e auxílio-saúde) e então é possível ter uma melhor noção de qual será o real ganho mensal do AFT, que segundo o vídeo, pode chegar em R$ 30.000,00 em 2017 caso o projeto de lei seja aprovado.

Sobre as matérias exigidas foi abordado, no vídeo, o mínimo necessário em notas para se passar para a segunda fase do concurso em 2013. Além dos diferentes pesos das variadas matérias (nas provas objetivas) e como foram as provas discursivas nas questões propostas e dissertações do último edital, no que se refere às notas mínimas, máximas e pesos.

No último concurso, as matérias com maior peso nas provas objetivas foram, em ordem de importância: Direito do Trabalho, Português, Administração, Direitos Humanos e Saúde e Segurança do Trabalho.

Notas de corte, similaridade com concursos da Receita Federal e recomendação de apostila do professor Ricardo Resende

Em relação às notas de corte em 2009 e 2013, o concurso de 2013 foi mais difícil, pois em 2013 as últimas vagas foram preenchidas com candidatos com aproximadamente 60% de acertos, frente aos últimos candidatos de 2009 com 74% de acertos.

Ainda sobre as provas para AFT, o Estratégia Concursos fez um comparativo com 25 outros editais e identificaram semelhanças nas disciplinas exigidas com diversos outros órgãos públicos como TRTs, TST, concursos trabalhistas em geral, Receita Federal. Por exemplo, existem similaridades entre as provas para AFT e AFRFB em 22 matérias, sendo que 10 disciplinas são cobradas em ambos concursos.

E mais material altamente recomendado: o Ricardo Resende, ex-professor do Estratégia Concursos, escreveu este manual que basicamente se resume em três capítulos:

  • 1) como é a carreira do Auditor-Fiscal do Trabalho;
  • 2) informações e análises sobre o concurso para AFT com dicas de como estudar para o concurso;
  • 3) Perguntas e Respostas com as dúvidas mais frequentes (FAQ) enviadas a ele sobre o concurso.

É importante lembrar que o manual foi atualizado para o concurso de 2013, ou seja, está atualizado até o último edital já publicado. É uma apostila no formato PDF com 60 páginas, disponível para download no website do professor – ricardoresende.com.br.

Sobre as provas e fases dos concursos anteriores

Como podemos ver no resumo realizado acima sobre os últimos concursos, os editais sofreram alterações ao longo do tempo. Extraímos de cada edital o resumo de como foram as avaliações em cada um dos concursos anteriores. Repare nas próximas figuras que muitas áreas de conhecimento se repetem ao longo dos anos, portanto há uma alta probabilidade de caírem no próximo concurso. Se você pretende se preparar com antecedência tenha em mente que essas disciplinas são excelentes candidatas para iniciar seus estudos desde já, e dessa forma, se houveram novas disciplinas você terá tempo hábil para estudá-las e absorver todo o conteúdo.

Por exemplo, as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Economia do Trabalho, Direito do Trabalho e Saúde e Segurança do Trabalho são cobradas desde 1998, entretanto outras foram introduzidas apenas no concurso de 2013 que são Direitos Humanos, Administração Geral, Auditoria, Seguridade Social, Legislação do Trabalho e Contabilidade Geral.

Caso queira informações mais detalhadas no “Raio-X do AFT” produzido pelo Estratégia Concursos (mais informações no final do artigo) foi exibido quantas perguntas foram realizadas ao longo de todos os editais sobre “Duração do Trabalho” – 74 vezes em questões assertivas, e ao contrário que “Renúncia e transação” nenhuma vez foi cobrado. Essa análise também é feita em diversas matérias como Raciocínio Lógico e Legislação do Trabalho. Outros pontos abordados com profundidade no vídeo do Estratégia Concursos: matérias mais cobradas e quais tem mais peso.

Em 2013, as provas discursivas para o concurso de AFT representaram 47,6% dos pontos da nota final, ou seja, vale a pena dedicar-se à pratica de redação para ter boa argumentação na sua escrita.

Seguem as informações essenciais de todas as provas dos últimos editais (de 2013 a 2003):

AFT 2013 – informações sobre as provas

Sobre as provas de AFT 2013

Resumo sobre as provas do concurso de 2013

Conhecimentos básicos (prova 1) foram cobradas as disciplinas de: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Direitos Humanos, Administração Geral, Administração Pública e Noções de Informática.

Conhecimentos específicos (prova 2) foram cobradas as disciplinas de: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Auditoria, Economia do Trabalho, Direito do Trabalho, Seguridade Social, Saúde e Segurança do Trabalho, Legislação do Trabalho e Contabilidade Geral.

AFT 2009 – informações sobre as provas

Sobre as provas de AFT 2009

Resumo sobre as provas do concurso de 2009

AFT 2006 – informações sobre as provas

Sobre as provas de AFT 2006

Resumo sobre as provas do concurso de 2006

AFT 2003 – informações sobre as provas

Sobre as provas de AFT 2003

Resumo sobre as provas do concurso de 2003

Como se preparar para o próximo concurso de AFT – cursos com videoaulas e materiais em PDF

Se você pretende se tornar AFT enquanto o edital não é publicado, adiante-se e estude com materiais disponíveis em cursos especializados, pois este concurso é considerado um dos mais concorridos do país. Recomendamos que você avalie o curso do Estratégia Concursos, onde no último concurso realizado em 2013 dos 97 aprovados, 56 foram alunos do Estratégiaincluindo o primeiro colocado que obteve aproximadamente 75% de aproveitamento nas provas.

Após comprar ou pacote completo de cursos (796 horas de videoaulas + apostilas no formato PDF = teoria e questões comentadas) ou os cursos individuais, é possível solicitar a devolução do dinheiro até 30 dias após a compra, caso esteja insatisfeito com a qualidade do conteúdo.

Para assistir as aulas de demonstração dos cursos, acesse o Auditor-Fiscal do Trabalho: Pacote completo com videoaulas e material em PDF faça o download das videoaulas, materiais em PDF. Leia e assista para validar se atende às suas expectativas. Lembre-se, primeiro o Estratégia prioriza os materiais em PDF, nele há todo o conteúdo necessário para estudar para o concurso. As videoaulas são complementares e devem ser incorporadas ao seu plano de estudos.

O pacote completo (796 horas de conteúdo) com todos os vídeos, apostilas em PDF e suporte via fórum abrange todas as disciplinas exigidas no último edital: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Direitos Humanos, Administração Geral e Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Auditoria, Direito do Trabalho, Seguridade Social, Segurança e Saúde no Trabalho, Legislação do Trabalho, Contabilidade Geral, Inglês e Espanhol.

Se você desejar, também é possível comprar as matérias individualmente para o concurso de AFT. Independente da escolha, ou do curso individual ou o curso completo, é possível baixar todo o material imediatamente após a compra do curso, seja o material em PDF ou sejam as videoaulas.

Informações importantes sobre o curso – estimativa de horas de estudo por dia, atualizações do conteúdo do curso e pacote de questões

Apesar do pacote completo do curso ser baseado no edital de 2013, este já possui atualizações frente às jurisprudências, novas legislações, Normas Regulamentadoras, atualizações teóricas, e novas questões comentadas com base nas provas mais recentes das prováveis próximas bancas organizadoras (Cespe e ESAF).

Importante: ao comprar o material é disponibilizado fóruns para acesso aos professores para sanar dúvidas sobre as disciplinas. Porém, mais importante ainda é antecipação aos estudos. Lembre-se, no concurso de 2013 a autorização do concurso aconteceu em 13 de fevereiro de 2013, enquanto que as provas objetivas foram em 08 de setembro do mesmo ano. Ou seja, houveram 5 meses e meio entre autorização e provas objetivas. Como o pacote completo possui 796 horas de conteúdo, isso equivale a uma média de 4,8 horas de estudo todos os dias, sem nenhum intervalo para descanso.

Ao todo são 25 professores responsáveis pela criação, edição e atualização do pacote completo para AFT, são eles: Adnoel Sebastião (é o professor da primeira entrevista em vídeo que recomendamos no artigo), Ali Mohamad Jaha, Antonio Daud Jr, Claudenir Brito, Érica Porfírio, Erick Alves, Fernando Gallego, Fernando Mesquita, Gabriel Rabelo, Jeronymo Marcondes, Júlio Cardozo, Luciano Rosa, Marcos Piñon, Marina Marcondes, Mário Pinheiro, Nádia Carolina, Rafaela Freitas, Ricardo Torques, Ricardo Vale, Rodrigo Rennó, Sérgio Mendes, Time Erick Alves, Tulio Gomes, Victor Dalton e Vinícius Nascimento

Mais uma vez, é importante lembrar que como não há edital publicado as disciplinas foram baseadas no último edital, considerando a repetição da banca examinadora Cespe (Centro de Seleção e Promoção de Eventos), e a ESAF como possível organizadora do próximo concurso, pois existe uma expectativa de mudança da banca examinadora. A definição da banca será após a autorização do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), o Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS). De qualquer forma, quando o edital for publicado todo material será atualizado.

Em relação às questões abordadas nos cursos, em geral, são obtidas as perguntas mais atualizadas dos últimos concursos, e sempre com comentários e gabaritos. E, geralmente, os professores ou foram aprovados em concursos anteriores de AFT ou foram aprovados em grandes concursos estaduais ou federais. Muitos deles também são autores de diversos livros sobre suas especialidades.

Há também o pacote de questões comentadas para Auditor-Fiscal do Trabalho com videoaulas, apostilas no formato PDF e suporte dos professores via fórum, totalizando 364 horas de conteúdo.

Informações sobre a empresa Estratégia Concursos

Sobre o Estratégia Concursos fizemos resumo sobre a empresa e a reputação da qualidade dos cursos e materiais de estudos, confira o post sobre os melhores cursos com videoaulas, segundo o RA e também no E-bit.

Também é possível validar pelos resultados obtidos pelos alunos do Estratégia, veja na consolidação que fizemos sobre os aprovados nos concursos e quantos eram alunos do Estratégia Concursos (média de 47,40% de aprovação dos alunos do Estratégia). As informações foram extraídas do próprio site do Estratégia e consolidados na planilha.

Em relação ao concurso de AFT de 2013, lembrando também que o primeiro colocado também foi aluno do Estratégia Concursos, veja a entrevista com o Adalto Araújo no formato texto.

Muitos dos pontos abordados neste artigo foram extraídos da semana especial AFT produzido pelo Estratégia Concursos, material excelente com mais de 12 horas de vídeo disponíveis gratuitamente.

Se você pretende se preparar de forma séria para o concurso de Auditor-Fiscal do Trabalho, recomendo que assista ao vídeo e faça o cadastro para receber mais informações em Raio-X do concurso de AFT do Estratégia Concursos (apresentado por Arthur Lima – Auditor-Fiscal da Receita Federal e Adnoel Sebastião – Auditor-Fiscal do Trabalho). Nesses vídeos da semana especial/Raio-X AFT, vários assuntos foram abordados:

  • Planejamento de estudos, ciclo de estudo, gestão do tempo;
  • Possibilidade de conciliar estudos de AFT com Receita Federal e TRTs, bate papo com aprovados já nomeados;
  • Dicas para estudar matérias específicas e importantes dos editais: Contabilidade, Auditoria, Economia do Trabalho e Raciocínio Lógico;
  • Análises completas e comparativas do último edital com os anteriores (2013, 2009, 2006, 2003 e até o de 1998).
Raio-X Auditor-Fiscal do Trabalho

Análise dos editais anteriores

Obs.: note o alto índice de aprovação dos usuários do YouTube, mais de 99% de aprovação no vídeo sobre as análise e comparações com os editais anteriores.

Existem também diversos materiais e cursos gratuitos disponíveis na internet, já escrevemos diversos artigos sobre cursos e materiais completos disponíveis em escolas preparatórias, canais do YouTube e apostilas – se estiver interessado em garimpar os materiais disponibilizados de graça, recomendamos ler esses artigos sobre materiais grátis que produzimos nos últimos meses.

Mas lembre-se, comprar o curso completo como o oferecido pelo Estratégia Concursos significa comprar material de qualidade, direcionado, sob medida e com exercícios comentados para o cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho. Se é esse o concurso que você pretende investir seu tempo de vida e estudos, vale  a pena investir o seu dinheiro em um ótimo curso preparatório.

Comprar o curso do Estratégia Concursos é contar com excelente qualidade. Até porque com o alto número de aprovados no último concurso – dos 97 (noventa e sete) aprovados, 56 (cinquenta e seis) foram alunos do Estratégia – é possível perceber a qualidade do material.

Dado esses fatos, arriscaríamos a dizer que o curso de AFT do Estratégia é um dos melhores disponíveis no mercado.

Gostou do artigo? Compartilhe e envie para seus amigos que ainda há tempo para se preparar para o próximo concursos para Auditor-Fiscal do Trabalho.


Deixe um comentário

2 pensamentos em “Auditor-Fiscal do Trabalho: o que faz, qual é o salário e como se tornar um